4ª Mostra Científica Ecoinovar

Título do Artigo

O BABAÇU: O OURO VERDE DA AMAZÔNIA OCIDENTAL
  Abrir Trabalho

Vídeo


Professor Coordenador

Nome
1 - Izabel Cristina da Silva
Secretaria Municipal de Educação - Porto Velho

Professor Colaborador

Nome
Luciana Aparecida Barbieri da Rosa
Flavio de São Pedro Filho

Autores

Nome
Sabrina Dantas de Castro
Talissa Araújo do Nascimento

Escola

Secretaria Municipal de Educação SEMED

Tipo de Ensino

Pública

Categoria

Ensino Fundamental

Reumo

O Brasil é um dos países que apresentam distintas esferas fitogeográficos, como por exemplo: a floresta amazônica, no norte do país, os pampas localizados no Sul, entre outros. Nesse sentido, no que se refere a região norte, distintas famílias sobrevivem da atividade extrativista como fonte primária ou secundária de renda (FIGUEREDO et al., 2017). Dentre as diversidades extrativistas da Amazônia destaca-se a palmeira do babaçu (Attalea speciosa Mart. ex Spreng) com diversas possibilidades de aproveitamento tais como: gastronomia, combustível, artesanato, cosmético, na economia criativa (biojóias) entre outros (MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO AGRÁRIO–MDA, 2009). É com esta prática e pensamento que emerge o objetivo geral: apresentar as potencialidades da palmeira de babaçu para o equilíbrio do bioma amazônico e com isso despertar a consciência na utilização desse fruto, criando novos produtos sustentáveis, bem como fortalecendo as comunidades tradicionais, garantindo a preservação do bioma Amazônico. Destarte, tem-se como objetivos específicos: (1) Apresentar aos alunos do ensino médio insights sobre a importância da preservação babaçu e sua importância na economia amazônica e (2) Apresentar as utilizações das palmeiras na geração de renda, bem como na preservação da Amazônia Ocidental. As oficinas permitirão aos estudantes do ensino médio conhecer as riquezas presentes no Estado de Rondônia, bem como permitir que conheçam essa importante riqueza e possibilite a geração de renda para suas famílias. A partir do momento em que proporciona oficinas desta envergadura em parceria com a SEMED e SEDUC, com a participação direta do público estudantil rondoniense, possibilita-se a troca de conhecimento contínuos para o crescimento intelectual e profissional desses discentes. Além disso, proporcionarão aos estudantes conhecer a ambiência local, bem como as sapiências do Estado de Rondônia desenvolvimento da cultura regional e disseminar o conhecimento.

Palavras Chave

Babaçu, Amazônia, Sustentabilidade


Comentários

Jordana Marques Kneipp - 19/11/2020 às 23:02

Parabéns pelo projeto, traz significativas contribuições ao apresentar as potencialidades da palmeira de babaçu para o equilíbrio do bioma amazônico e com isso despertar a consciência na utilização desse fruto, criando novos produtos sustentáveis, bem como fortalecendo as comunidades tradicionais, garantindo a preservação do bioma Amazônico.

Kamila Frizzo - 19/11/2020 às 16:54

Muito bom! Parabéns!

Marta Olívia Rovedder de Oliveira - 19/11/2020 às 14:24

Excelente trabalho, com grande potencial de importante impacto na Amazônia Ocidental! Parabéns aos envolvidos!

Tiago Zardin Patias - 19/11/2020 às 11:18

Trabalho excelente e com uma perspectiva enorme de desenvolvimento sustentável.